Pagina 2 do meu livro

Essa página do livro ficou maior. Vou postar aqui para ver o que vocês acham, pois eu to pensando em juntar todos os textos referentes a ele e criar um e-book. Que tal?

pagina 1


Sinto como eu já conhecesse o inferno. Ou então, se esse sentimento for apenas ludibriação da minha mente, pode-se dizer que todos os caminhos me guiam para tal destino. imaginários ou não. Conhecer por conhecer, eu o fazia muito bem. Entretanto, não tinha noção de como é sentir o calor da decepção, da profunda tristeza e de sentimentos que alimentam o Diabo, queimar na pele. Queimar no coração.

“Você é meu povo. Você é meu samba. Você é a bossa e a minha voz. Pra você eu trago, um sambinha novo, que eu fiz na força, pra cantar a sós”

Viver numa ilusão lúdica, onde a todo momento me tiram o prazer de não viajar, de não voar, de permanecer estagnado no meio de falsos amigos, onde nada mais querem do que isso: querer o máximo de ti. Você é fraco se não tiver dinheiro e otário se esbanjá-lo demais. A ex-futura mulher dos seus filhos já cometeu todos os pecados permitidos, e você está aí, olhando pra mim. Fazendo muito mais do que um espelho. Dizendo essas coisas… Chorando por coisas que, -olha que babacão-, fizeram muita gente chorar.

Olha que surpresa, você é uma pessoa sensível e humana. A platéia levanta e aplaude. E todos estão usando máscaras de palhaço. Pagaram caro para assistir um show tão escroto, porco. Artista feio e magro, faminto e sem fome. Lixo.

“Preciso transfundir seu sangue para o meu coração que é tão vagabundo. Me deixa te trazer num dengo, pra um cafuné fazer os meus apelos”

Acredito que um ser humano pode morrer mais de uma vez. Mentira. Acredito, na verdade, que a cada lembrança boa que você tem do passado, uma parte sua morre ali, naquele tempo e naquela época. Seria estranho sim, não é mesmo, se nesse momento citado, que seria lembrado futuramente em linhas tão tristes, você pudesse perceber isso e tentar mudar o que vir a te fazer triste? Porém, isso poderia tirar a parte boa da lembrança, certo?

“Sempre sonhamos com o mais eterno amor. Infelizmente, eu lamento mas não deu. Nos desgastamos, transformamos tudo em dor. Mas mesmo assim, eu acredito que valeu”

Ela tá lá ainda. Parou de falar com você há maior tempão, falando que iria sair. Mas tá lá. Provavelmente falando com o seu mais novo amor ou então outro brinquedo sexual. Cara, não importa quem seja essa pessoa, o que é importa é que não seja você. Você é uma pessoa infeliz e, haha, olha que eu nem precisei desenhar isso. Agora.

“Quis nunca te perder, tanto que demais, via em tudo o céu, fiz de tudo o cais. Dei-te para ancorar, doces deletérios”

Seja forte. Ela é feia. Você é a pessoa mais legal que eu já conheci na vida. Não tem nada a ver você ficar do jeito que você está. Aí, depois que você comprar outra alma para você e rasgar seu atestado de “sempre-a-vítima-de-tudo”, vou te mudar. Eu, cara, vou te mudar. Esteja pronto, seu otário. Não vou deixar esse corpo desnutrido morrer assim. Ninguém tem o direito de tirar sua vida, muito menos uma mulher tão baixa, tão fácil. Te dei a vida, e a tirarei quando assim bem quiser. Te ligo mais tarde, assim que você receber essa mensagem, me ligue de volta. Abraços. Deus.

“Viver é uma coisa, se sentir vivo é outra parada”.

Leia mais

  • House of Night – Marcada
  • Como fugir da Tentação e do Pecado
  • Página 1 do livro "Eu sou um Bosta"
  • Dicas de filme, Livros e Sexta feira
  • Trecho do meu livro: "Eu sou um Bosta"

    Deixe uma resposta

    XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>