Grandes segredos da Humanidade

grandes segredos da humanidade
Eu recebi um e-mail hoje bastante interessante (tá, nem tanto), onde mostrava alguns do grandes segredos da humanidade, segundo o autor. A fonte não é citada pelo mesmo, o que tira toda credibilidade da carta eletrônica. Mas, de qualquer forma, não deixa de ser interessante.

A boneca Barbie foi inspirada numa personagem erótica.

Os museus do mundo estão cheios de falsificações.

A CIA comete cerca de 100 mil crimes por ano.

Guimbas de cigarro são o lixo mais comum do mundo.

Testes de DNA não são infalíveis.

Descendentes de Hitler estão vivos em Nova York.

Os fetos se masturbam.

A heroína foi criada por uma indústria de remédios.

Gandhi impediu a cura da mulher dele.

Zumbi pode ter tido escravos.

Os EUA quase destruiram Inglaterra com bombas atômicas.

Cientistas estão recriando o vírus mais mortal da história (o vírus da gripe e por coincidência era para combater uma gripe semelhante à do porco).

Os políticos brasileiros são os mais caros do mundo.

Freud não curou nenhum paciente.

O código para ativar mísseis era 00000000.

Carros elétricos já existiam no século 19.

Já foram feitos transplantes de cabeças em macacos.

Já nasceram humanos modificados geneticamente.

A terceira guerra mundial quase começou em 1995.

Café com leite não é uma mistura nutritiva.

Aristóteles atrasou a ciência em quase 2 mil anos.

Os Estados Unidos incentivaram o cultivo de cannabis sativa durante a segunda guerra.

O trabalho mata mais gente do que as guerras.

Existem pelo menos duas bombas atômicas perdidas no mundo.

Agora se é verdade ou não, só eles sabem.

Leia mais

  • Projetos e lançamentos para 2011
  • PROMOÇÃO GRANDES AVENTURAS ATLANTICA HOTELS INTERNATIONAL
  • Frases maneiras para Terça-Feira dos brother
  • Como escrever em fotos
  • UNIDANÇA CURSOS

    Deixe uma resposta

    XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>