Eu sou um Guerreiro

Hoje pela segunda vez nesse ano quase bati as botas. Puxei os barcos ou qualquer outro termo que defina MORRER. Da outra vez foi por causa de um fuckin remédio que tomei. Agora foi por causa de um bagulho que eu nem sabia que tinha: Labirintite.

È, a parada foi séria.

Comecei a ficar tonto do nada, e dentro de alguns minutos, não consegui ficar de pé. Ou fazer qualquer outra necessidade. Quando eu tentava, ficava muito tonto e com sensação de desmaio. Sério, nunca passei por nada parecido na vida. E, depois de umas três horas passando literalmente mal, os doctors chegaram e me medicaram. Dormi.

Depois de acordar (quase agora), estou me sentindo muito melhor, GRAÇAS A DEUS. O foda é que, quando eu não sabia o que eu tinha, fiquei pensando em altas besteiras, tentando adivinhar com o que eu estaria. Ah, é claro que eu nem preciso citar que eu estava chorando baldes.

Mas, só vou morrer quando eu for rico. EU SOU UM GUERREIRO e não vou deixar isso me abalar. Domingo, vou pra igreja com a minha vó.

Ouça: I’m warrior – LLoyd Banks.

Leia mais

  • Frases aleatórias e anônimas
  • Paciência com as mulheres

    Deixe uma resposta

    XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>