Dia das crianças – coé

Está certo que hoje em dia as coisas estão um pouco aceleradas. Nada é como era no nosso tempo. Bom, pelo menos essa é a visão que nós temos de hoje. Que nossos pais tiveram de ontem, e que nossos avós tiveram da época dos dinossauros. É essa parada de evolução social e tals. Então…

Depois de defecar em meu livro predileto, me lembrei que hoje é dia das crianças, uma data que, bem antigamente, me deixava ansioso por presentes e festinhas locais. E que agora só me passa nostalgia e aquele velho pensamento: “Ah, no meu tempo…”. Feel’s good.

Vou trazer uma lista de coisas que eu fazia (oi) quando criança, e acredito na possibilidade que você se identificará com alguns itens.

Tazo

Nossa, aquilo era demais. Comprava vários biscoitos para colecionar os Tazos e depois os perdia com a mesma facilidade que os conseguia. Depois inventaram aquele Master Tazo e a brincadeira ficou meio que “séria”. Afinal, aquele bagulho pesava uns três quilos.

Bola de Gude

Por incrível que pareça, toda vez que me lembro de antigamente, as partidas de bolinha de gude vem em mente. Passava horas na rua apostando alto no triângulo e afins. Tinha várias garrafas pets cheias. Uma vez assaltaram minha casa e levaram minha coleção inteira. Depois disso parei de jogar. E dizem que nunca mais fui o mesmo.

Futebol

Antigamente, mas BEEEEM antigamente mesmo, eu gostava de jogar futebol. Fazíamos o gol com chinelos e uns 100 metros de campo (sashuashuahs é sério). Jogavamos o dia todo. Até que era maneiro, mas a porrada sempre estancava no final. Claro, isso quando eu era escolhido. Tá ligado naqueles gordinhos que quase nunca são escolhidos nas paradas? Então, eu sou assim. Só que magro.

Piques

Os piques são as brincadeiras clássicas entre crianças. Pique-Esconde, pique-bandeirinha, pique-cola, pique-cola americano (HSUAHSUAHSUA) e todas essas que te fazem correr que nem um pivete no meio da rua. Os pique-escondes eram tão sinistros, que até hoje tem um amigo meu desaparecido.

Super Nintendo

Esse foi o ápice da juventude. Lembro até hoje o dia em que minha mãe comprou meu Super Nintendo. Passavas horas e horas jogando Donkey Kong Country e Tetris Attack com minha mãe e irmãos. Talvez essa seja a lembrança mais feliz de minha infância.

É claro que tem outros itens que não consigo me lembrar agora. O foda é que com o passar do tempo, comecei a me desinteressar por essas coisas e fui começando a curtir outras novas. De fato, estava crescendo. É inevitavel o pensamento de que, se um dia a máquina do tempo existir, minha primeira viagem seria voltar aos meus doze anos.

A parada é: você crescer e continuar ser criança. Não sei se isso é possível, mas qualquer dúvida, é só procurar no google.

Leia mais

  • PRESENTES PARA O DIA DAS CRIANÇAS 2011
  • AMWAY DO BRASIL PRODUTOS
  • GALZERANO CADEIRA PARA AUTOMOVEL
  • CLUBINHO CANÇÃO NOVA
  • DISNEY CLUB PENGUIN

    Deixe uma resposta

    XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>